Gravidez Canina – O guia

Gravidez Canina – O guia

0 Comments
pug gravido

Como entender que um cachorro está grávida?

Existem vários métodos para determinar a gravidez, que são divididos em precoce e tardio. Cada um deles tem várias vantagens e desvantagens.

Diagnóstico precoce

Os métodos de diagnóstico precoce incluem ultrassonografia e exames de sangue para determinar o nível do hormônio relaxina.

O exame ultrassonográfico dos órgãos do sistema reprodutivo é o padrão-ouro do diagnóstico e recomenda-se conduzi-lo no 21º dia de gravidez. O tempo de ovulação conhecido minimiza o número de resultados falso-negativos e permite conhecer com precisão a idade gestacional. Os benefícios incluem o custo moderado do procedimento, acessibilidade e segurança relativa, bem como a capacidade de determinar a viabilidade do feto e a detecção oportuna de patologias da gravidez, útero e ovários. A desvantagem é a dificuldade em determinar o número exato de frutas.

cachorro deitado na cama
cachorro deitado na cama

O hormônio relaxina é produzido pela placenta após a implantação do feto no útero, portanto, um exame de sangue para determinar se é realizado não antes do 21–25º dia de gravidez. Existem sistemas de teste para determinar o nível desse hormônio no sangue. A falta de informações sobre o tempo da ovulação pode levar a resultados de testes negativos falsos, uma vez que a idade gestacional real é menor e o implante ainda não ocorreu. Um resultado positivo não fornece informações sobre o número de frutas e sua viabilidade.

Diagnóstico tardio

A determinação da gravidez por radiografia é um método de diagnóstico tardio e possivelmente não antes do 42º dia de gravidez, mas a vantagem desse método é uma determinação mais precisa do número de fetos e uma avaliação da proporção do tamanho do filhote e da pelve da mãe. Infelizmente, nesse caso, é impossível obter informações sobre sua viabilidade na maioria dos casos.

Atividades planejadas durante a gravidez

Após um diagnóstico precoce bem-sucedido por um veterinário, uma decisão deve ser tomada em visitas subsequentes do proprietário à clínica com o cão e um plano de ação individual deve ser desenvolvido com base nos riscos potenciais de patologias de gravidez e parto em um cão ou raça em particular, se o paciente tiver um histórico de doenças anteriores e riscos de infecção por agentes infecciosos. Em alguns casos, pode ser necessário um exame de sangue periódico para determinar o nível do hormônio progesterona e uma segunda ecografia.

A vacinação contra o vírus do herpes canino é realizada em cadelas seronegativas (com um título zero de anticorpos) e cadelas soropositivas (com altos títulos de anticorpos), que têm uma história desfavorável, com a vacina Eurican Herpes duas vezes – durante o estro e 10 a 14 dias antes do parto.

O exame clínico e o ultrassom do sistema reprodutivo podem ser realizados várias vezes durante todo o período da gravidez. A partir do 35–40º dia de gravidez, o ultrassom pode determinar o número de dias antes do parto. Se necessário, é realizado um exame de sangue clínico bioquímico e clínico geral, bem como um exame de sangue para determinar o nível do hormônio progesterona.

cachorro recebendo atencao no veterinario
cachorro recebendo atencao no veterinario

Para prevenir a infecção intra-uterina do fruto com helmintos, a desparasitação com milbemicina é realizada no 40-42º dia de gravidez.

A partir dos 35-40 dias da gravidez, a dieta da cadela aumenta em 25 a 30% ou a ração para filhotes é introduzida nela, pois a partir desse período as frutas começam a ganhar peso ativamente e os custos do corpo da mãe aumentam. A ingestão excessiva de cálcio durante a gravidez deve ser evitada, pois isso pode levar a uma patologia como a eclâmpsia pós-parto, uma condição com risco de vida, caracterizada pela depleção de cálcio no espaço extracelular.

A partir do 55º dia de gravidez, o proprietário, em antecipação ao parto, deve medir a temperatura corporal do cão.Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

Duração da gravidez

A duração da gravidez desde o primeiro acasalamento pode variar de 58 a 72 dias. Se o dia da ovulação for conhecido, é mais fácil determinar a data de nascimento – nesse caso, a duração da gravidez é de 63 ± 1 dia a partir do dia da ovulação.

Como cuidar de uma cadela grávida

A gravidez é um período difícil na vida do cão, porque neste momento a carga no corpo do animal aumenta várias vezes. A saúde dos futuros filhotes depende de como passa. Como tornar a gravidez de um animal de estimação o mais confortável possível?

A gravidez do cão dura, dependendo da raça, de 55 a 72 dias. Os especialistas distinguem três períodos, cada um dos quais implica cuidados especiais para o animal. Vamos considerar cada um deles com mais detalhes.

O primeiro período (implantação): no vigésimo dia

Neste momento, o corpo do cão passa por uma reestruturação, que é acompanhada por uma diminuição da imunidade e um aumento da carga nos órgãos. Na primeira fase da gravidez, é altamente recomendável não vacinar o cão, assim como participar de exposições e viajar longas distâncias. Além disso, é impossível realizar tratamento com medicamentos anti-helmínticos e antiparasitários.

É importante tentar passar mais tempo com o cão ao ar livre, para aumentar um pouco o tempo de caminhada. Atividade moderada tem um efeito benéfico no corpo do animal.

A natureza da alimentação durante esse período não deve ser alterada: ainda não é necessário um aumento no volume de porções. É melhor consultar um veterinário sobre tomar vitaminas e minerais extras. Não administre a si próprio: algumas vitaminas em excesso podem causar danos irreparáveis ​​à saúde dos filhotes.

O segundo período (embrionário): dia 20–45

Nesse momento, ocorre a divisão celular ativa, o embrião ganha 30% de sua massa, mas ainda não há necessidade de aumentar a quantidade de alimento.

Caminhar no segundo período de gravidez também é recomendado duas vezes por dia: filhotes em crescimento precisam de oxigênio. No entanto, vale a pena reduzir a atividade do cão e o tempo da caminhada para não cansar o animal.No 42º dia de gravidez, é necessária a desparasitação com milbemicina.Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

Terceiro período (fetal): 45 a 62 dias

Há um salto no crescimento dos filhotes e no peso corporal do cão, o que leva a um aumento do apetite. Recomenda-se aumentar não apenas a quantidade de alimento (de 30 a 40%), mas também sua qualidade. 

Por exemplo, o Royal Canin oferece quatro tipos de alimentos, dependendo do tamanho do cachorro, o Hill’s, o Pro Plan e outras marcas têm análogos. Além disso, devido ao aumento na quantidade de comida, recomenda-se administrá-lo com mais frequência – 6-7 vezes ao dia, para que o animal não sinta desconforto com cada refeição. Imediatamente no dia do parto, pode ocorrer uma recusa de comida – isso é normal. No entanto, representantes de algumas raças, muitas vezes labradores e espanhóis, pelo contrário, começam a comer mais.

RAÇA DO CÃO BULLMASTIFF filhote
RAÇA DO CÃO BULLMASTIFF filhote

Durante a gravidez, é necessário alterar levemente o cuidado do animal, principalmente os itens relacionados à nutrição e atividade física. Não se esqueça de monitorar o estado dos dentes, pelagem, olhos e ouvidos do cão, bem como realizar um exame de rotina por um médico.

Como acontece o nascimento

Proprietários responsáveis ​​começam a se preparar para o parto com antecedência. Cerca de um mês ou duas semanas antes deste evento, é necessário alocar um local para o cão e seus futuros filhotes no apartamento. O cão deve se acostumar com isso, para que, no momento mais crucial, não se apresse pelo apartamento e não se esconda embaixo do sofá.

Prepare um cercadinho para o cachorro e filhotes

Uma caixa grande ou cercadinho de madeira deve ser colocada na sala. Deve ser forte, porque muitos animais, ao dar à luz, apoiam as patas na parede. Você pode fazer isso sozinho ou por encomenda – nesta arena, se você desamarrou uma cadela, provavelmente precisará dela mais de uma vez. Escolha o material para que seja conveniente lavar e desinfetar. Quanto ao tamanho do cercadinho, o cão deve caber livremente nele, esticando as patas.

Monitore atentamente as condições do animal

Ansiedade expressa e respiração rápida indicam o início do primeiro estágio do parto – isso significa que o cão começará a dar à luz após um máximo de 48 horas, mais frequentemente até 24 horas. 3-5 dias antes do nascimento, as mudanças no comportamento do animal se tornam muito visíveis. Neste momento, é necessário marcar uma consulta com o veterinário. Isso deve ser feito mesmo se você já testemunhou ou recebeu um nascimento. Você nunca pode prever como o nascimento ocorrerá: facilmente ou com complicações. Cães de raças anãs e braquicefálicas (pequinês, pugs, bulldogs, etc.) sempre precisam de ajuda especial.

Kit de primeiros socorros durante o parto:

  • Fraldas limpas passadas, ataduras de gaze e algodão;
  • Iodo verde;
  • Anti-séptico de mão e luvas (vários pares);
  • Tesouras com pontas arredondadas e fio de seda estéril (para processamento do cordão umbilical);
  • Oleado limpo;
  •  Caixa separada com maca e almofada de aquecimento para filhotes;
  •  Balanças eletrônicas, linhas coloridas e um notebook.

Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

O que fazer no nascimento de filhotes

Em nenhum caso você deve puxar e tentar ajudar de forma independente o cão a dar à luz. Um proprietário inexperiente deve confiar em um veterinário e fornecer toda a assistência possível.

Após o nascimento, os filhotes devem ser alimentados movendo-os para a mãe. Quando nascem, devem ser removidos em uma caixa quente pré-preparada com uma almofada de aquecimento. Esta caixa deve ser mantida na frente do cão para que ele não se preocupe.

Cada filhote recém-nascido deve ser registrado: anote em um caderno o peso, sexo, hora do nascimento e características distintivas.

Dependendo do número de filhotes, o parto pode durar de 3 horas (consideradas rápidas) a um dia. Todo esse tempo, o proprietário, juntamente com o veterinário, deve estar ao lado do cão. No caso de uma situação fora do padrão, em nenhum caso você deve elevar sua voz, pânico ou preocupação – sua condição é transferida para o cão. O controle rigoroso e o cumprimento das recomendações de um especialista são a chave para uma entrega fácil e bem-sucedida.

Nascimento do cão: sinais e processo

Esperar filhotes é um período emocionante que dura cerca de dois meses. Quanto mais próximo o nascimento esperado, mais intensa se torna a atmosfera na casa. Para não se preocupar sem motivo, olhe mais de perto o cachorro. Seu comportamento ajudará a determinar o nascimento que se aproxima.

A gravidez dura de 55 a 72 dias, dependendo da raça do cão e de suas características individuais. Os especialistas em veterinária dividem condicionalmente esse tempo em três períodos:

  • O período inicial dura desde o início da gravidez até 20 dias. Nesse momento, o comportamento do cão permanece praticamente inalterado; no entanto, algumas pessoas podem se sentir um pouco piores que o normal: o animal pode ficar letárgico e sonolento por um tempo;
  • De 20 a 45 dias – o período de crescimento ativo e desenvolvimento de filhotes. O abdômen do cão é arredondado, a partir de 21 dias a gravidez pode ser confirmada por ultrassom e a partir de 25 dias por um exame de sangue para o hormônio relaxina;
  • No período entre o dia 45 e o dia 62, o cão fica menos móvel, o volume do abdômen está crescendo rapidamente e, quando deitado, você pode ver os filhotes se apressando. No momento, não é recomendável realizar longas caminhadas com o animal, a fim de evitar esforços desnecessários no corpo.

Proprietários de cães de raças pequenas podem notar os primeiros sinais de um filhote desde o dia 50, proprietários de animais de estimação grandes – a partir do dia 60. Neste momento, vale a pena negociar com o veterinário sobre o nascimento.

Rottweiler filhote
Rottweiler filhote

Sinais de um nascimento que se aproxima:

  • Por 1-3 dias, um líquido mucoso incolor é liberado – o tampão mucoso é separado;
  • As glândulas mamárias incham, o colostro é secretado pelos mamilos, as áreas ao seu redor são carecas;
  • 24 horas (no máximo 48 horas) antes do primeiro filhote aparecer, a temperatura corporal do cão cai para 36,5-37 graus (normal: 37,5-39, dependendo da raça), e isso caracteriza o início da primeira fase do trabalho de parto;
  • As contrações uterinas começam – a princípio invisíveis, mas afetando o comportamento do cão: “cava” o chão, requer afeto ou, inversamente, procura um lugar isolado;
  • Seguidos por contrações uterinas, são feitas tentativas – contrações dos abdominais;
  • Existe uma completa falta de apetite ou, inversamente, torna-se elevado.

Diretamente antes do parto, ocorrem contrações que podem durar de várias horas a um dia. Inicialmente, essas são contrações uterinas raras, que estão gradualmente se tornando mais frequentes e dolorosas. Assim que as contrações se tornarem freqüentes – chame seu veterinário.Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

Filhotes

O parto começa com a partida do líquido amniótico – ruptura da bolha de água. Ele pode ser mordido por um cachorro ou pode se romper. Depois de algum tempo, o primeiro filhote aparece.Os filhotes nascem por sua vez, o intervalo entre o nascimento pode ser de 15 minutos a 1 hora. Depois de cada filhote vem a última – membranas fetais e placenta.

É necessário monitorar cuidadosamente o processo de comer o bebê após o parto: os veterinários ainda não chegaram a um consenso sobre seus benefícios. Não deixe o animal comer mais de 1–2 após o parto, caso contrário, a indigestão e o vômito o aguardam. Preste atenção especial ao último do último filhote. Se não for removido dentro de dois dias após o parto, uma metrite pode se desenvolver no corpo do cão – uma inflamação infecciosa grave.

Filhotes recém-nascidos não podem ser imediatamente retirados do cão, ele deve lambê-los. Além disso, eles devem comer. Filhotes fortes são puxados para o mamilo, os fracos terão que ser enviados.

EURASIER com filhote
EURASIER com filhote

Dependendo do número de filhotes, o parto pode durar até um dia. E este é um teste real para o corpo do cão. É neste momento que o animal mais do que nunca espera que você receba apoio, carinho e cuidados especiais. Tente tirar alguns dias de folga no trabalho para cuidar de seu animal de estimação, e ele agradecerá com amor e carinho sinceros.

Nascimento dos filhotinhos

O nascimento de filhotes é um teste real para o corpo do cão. A tarefa do proprietário é aprender o máximo possível sobre a fisiologia desse processo, a fim de se preparar a tempo e ajudar seu animal de estimação. Como nascem os filhotes?

A gravidez dos cães, dependendo da raça, dura de 55 a 72 dias. Se esta é uma gravidez planejada e você sabe a data do acasalamento, não será difícil calcular a data de nascimento dos filhotes. Neste ponto, vale a pena preparar com antecedência.

Preparação para o parto

A primeira coisa que precisa ser feita ao proprietário responsável do cão é combinar com o veterinário a saída de casa para entrega. Isso é vital se você não tem experiência neste assunto ou se este é o primeiro nascimento do seu animal de estimação. Além disso, é aconselhável tirar umas férias curtas no trabalho para cuidar do cão e dos filhotes. Nos primeiros dias, o animal precisa de seu apoio e controle .

Por algumas semanas – um mês antes da data prevista para o nascimento, construa um “cercadinho” para o cachorro – um local para o parto, depois ele viverá com os filhotes. O animal deve se acostumar com isso, caso contrário, no momento mais crucial, o cão irá entupir um canto ou se esconder debaixo de um sofá. Alguns proprietários preferem dar à luz no sofá ou no chão, tendo preparado previamente lençóis e lençóis para isso. Isto é especialmente verdade se o animal for bastante grande.

Parto

O processo de nascimento dos filhotes pode ser dividido condicionalmente em três etapas: preparatório, trabalho de parto e o nascimento dos filhotes. A fase preparatória dura de 2-3 horas a um dia. Neste momento, devido às lutas iniciadas, mas invisíveis, o comportamento do cão muda drasticamente: fica inquieto, corre, tenta se esconder ou, inversamente, não se afasta de você. Se a fase preparatória durar mais de um dia, é necessário chamar urgentemente um veterinário: atrasar o processo pode levar a consequências irreversíveis. De qualquer forma, esse período é um sinal do aparecimento iminente de contrações visíveis e é hora de chamar um veterinário para o parto.

O início do trabalho de parto é marcado pela retirada do líquido amniótico. Por via de regra, uma bolha de água explode por conta própria ou o próprio cão a atormenta. O primeiro filhote deve nascer após 2-3 horas.A entrega dura de 3 a 12 horas, mas às vezes o processo é atrasado para 24 horas. Os filhotes aparecem por sua vez com um intervalo de 15 minutos – 1 hora.

Como regra, sua posição não afeta o processo: eles podem nascer para a frente com a cabeça ou as patas traseiras.

O estágio final do trabalho de parto é a contração do útero e a expulsão da placenta (ela sai após cada novo filhote). Não se surpreenda que o cão coma após o nascimento – a placenta com as membranas do feto, mas observe esse processo com cuidado. Não permita que o cão coma mais de 2 após o parto, pois isso é repleto de vômitos.Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

Cuidados pós-parto

Uma mãe recém-criada e seus filhotes precisam de cuidados especiais nos primeiros dias após o parto. Primeiro de tudo, está associado à nutrição. Durante a lactação, forneça ao animal todas as vitaminas e minerais necessários. Use tipos especiais de ração para animais gestantes e lactantes.

Na maioria das vezes, sendo uma mãe carinhosa, o cão reluta em deixar os filhotes sem vigilância. E isso significa problemas com a caminhada. No entanto, o cão precisa ser passeado, pois a caminhada estimula o fluxo de leite e também ajuda a restaurar a forma física pré-natal do animal.

O nascimento de filhotes não é um processo fácil, e o dono do cachorro deve se preparar com cuidado. Mas lembre-se: não importa qual seja a preparação, a principal coisa que você deve fazer é recorrer a um veterinário para obter ajuda a tempo.

Meu cachorro deu à luz. E agora?

De repente, a cadela ficou inquieta, cavando o chão, teve secreção mucosa e a temperatura caiu? Todos esses são precursores do nascimento que se aproxima. A decisão mais certa é tirar uma folga do trabalho e notificar o veterinário. Mas e se você de repente perdeu um momento?

A primeira e mais importante coisa a ser feita é se acalmar e ligar para o veterinário, mesmo que a entrega ocorra à noite. Isso deve ser previamente acordado com um especialista que examina uma cadela grávida e em quem você confia. Enquanto o médico estiver a caminho, você deve monitorar de forma independente o curso do parto .

O cachorro pegou água

Se ainda não há filhotes e não são visíveis, e as águas partiram, provavelmente, o nascimento começou não muito tempo atrás. Você tem algum tempo antes que o médico chegue. Atualmente, o cão está passando pelas contrações mais poderosas, para que você possa acariciá-lo e acalmá-lo. Você não deve oferecer água para ela, pois isso pode causar vômitos ou até levar à necessidade de uma cesariana.

O que procurar? Acompanhe o tempo a partir do momento da detecção de contrações. Se as contrações e tentativas durarem mais de duas horas, informe o seu médico!

O cão dá à luz um filhote

Suponha que você descubra que o cachorro já está no processo de dar à luz.Em nenhum caso, estimule a atividade laboral, mesmo que lhe pareça que tudo acontece muito devagar. Calma e elogie o cachorro.

Assim que o filhote nasceu, não o selecione. Primeiro, a mãe deve lambê-lo e roer o cordão umbilical. Se, por algum motivo, ela não o lamber, solte o filhote da concha por conta própria, depois de tratar as mãos com um anti-séptico e calçar luvas. O mesmo se aplica ao caso em que o cão não mordeu o cordão umbilical. Se o médico não chegou a esse ponto, você precisa fazer isso sozinho.

Como cortar o cordão umbilical do filhote:

  1. Prepare uma tesoura com pontas redondas com antecedência;
  2. Trate suas mãos com uma solução anti-séptica;
  3. Use luvas descartáveis;
  4. Aperte a placenta (sobras e placenta). Nesse momento, o próprio cão pode roer o cordão umbilical;
  5. Se o cão estiver confuso e não roer o cordão umbilical, conduza o sangue para dentro em direção ao estômago do filhote;
  6. Enfaixe o cordão umbilical com fio estéril (pré-tratado) e, em seguida, corte o cordão umbilical a uma distância de 1 a 1,5 cm deste nó e aperte firmemente este local com o polegar e o indicador para interromper o fluxo de sangue.

Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

O cão deu à luz um ou mais filhotes

Se o cão já deu à luz um ou mais filhotes, pese-os, determine o sexo e escreva os dados em um caderno. Se você perceber que o cão continua lutando e o próximo filhote já apareceu, remova os outros em uma caixa quente pré-preparada com uma almofada de aquecimento. Mantenha essa caixa na frente do cachorro.

Se o filhote ainda não estiver visível, deixe o cachorro lamber e alimentar o recém-nascido. Agora eles precisam especialmente de colostro materno, que contém nutrientes e anticorpos, ou seja, imunidade para filhotes. Também contribui para o início do processo digestivo, e a lambida estimula o processo respiratório.

Filhotes fracos, que praticamente não se mexem, precisam ser revividos. Se de repente você notou um filhote assim na ninhada, ligue para o veterinário e aja de acordo com as instruções dele.

Lembre-se: a coisa mais importante a fazer quando você encontra um cão que dá à luz é ligar para o seu veterinário. Mesmo se você é um criador experiente e o cão não dá à luz pela primeira vez. Infelizmente, nem um único animal de estimação está a salvo de possíveis complicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *