Cachorro mordido por uma cobra – Como lidar

Cachorro mordido por uma cobra – Como lidar

0 Comments
cachorro com medo de cobra

A estação quente é uma excelente ocasião para passear na natureza com seu amigo de quatro patas. Infelizmente, não apenas os moradores da cidade, mas também os “habitantes locais” querem aproveitar o sol da primavera. No bosque pitoresco, répteis venenosos que não são muito amigáveis ​​para “alienígenas” podem ser escondidos. O que fazer se um animal de estimação é mordido por uma cobra?

Os mais comuns na Rússia central são víboras, focinho e cabeça de cobre. É impossível garantir-se contra uma reunião com eles com antecedência. Normalmente, uma “reunião” ocorre por acaso quando um cão fareja um arbusto ou grama.

O período mais perigoso é a primavera, quando as cobras têm estação de acasalamento, mas a vigilância não pode ser perdida de março a novembro.

Perder o fato da própria mordida é bastante difícil. O animal pode abruptamente e inesperadamente com um guincho saltando de onde estava. De repente, ela começa a mostrar nervosismo e ansiedade. Você pode perceber como a parte do corpo do animal em que a lesão estava inchada, com coceira ou dor – na maioria das vezes é o focinho, o pescoço e as patas.

Pequinês na grama
Pequinês na grama

Não existem técnicas de emergência universais. Primeiro, você precisa saber que tipo de cobra mordeu o cachorro e, em segundo lugar, se é possível carregar todos os antídotos com você, é problemático para a pessoa comum inseri-los corretamente (sem cometer um erro). Portanto, imediatamente, assim que suspeitar que o animal foi mordido por uma cobra, entre em contato com uma clínica veterinária.

Na ausência de atendimento de emergência de 15 minutos a 3 dias, podem ocorrer sintomas de danos graves aos órgãos internos: recusa em comer ou perda de apetite, letargia e apatia, vômito e diarréia , febre acima de 39,5 C e, como resultado, tremor. Em casos críticos, desorientação no espaço, perda de consciência, insuficiência respiratória, convulsões podem ocorrer. A morte do animal também é possível.Inscreva-se para receber dicas personalizadas sobre cuidados com animais de estimaçãoInscrever-se

Na clínica, o médico poderá realizar um exame, ausculação, palpação, termometria e outros procedimentos necessários. Para esclarecer o diagnóstico e a extensão da lesão, podem ser necessários estudos instrumentais (por exemplo, ultrassom ou raio-X).Se for necessário tratamento agressivo, o animal é colocado em um hospital para monitoramento e cuidados.

Welsh corgi brincando
Welsh corgi brincando

Se você viu o momento da picada e sabe onde estão os traços dos dentes da cobra, reduzir o impacto negativo no corpo do animal antes de ir ao médico ajudará a lavar a ferida. Para isso, solução salina fisiológica (se a ferida for superficial ou profunda) ou clorexidina (apenas com lesões superficiais) é adequada.

Mas em nenhum caso você deve atrasar uma visita à clínica. A automedicação nessa situação é inaceitável e o tempo perdido pode levar a sérios problemas de saúde e, às vezes, custar a vida de um animal de estimação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *